Representante do BID elogia trabalhos da revisão do Plano Diretor de João Pessoa


Pessoas sentadas em uma sala.
Planejamento urbano de João Pessoa é elogiado por representante do BID.

Em encontro realizado com a representante do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Clémentine Tribouillard, a equipe do Consórcio João Pessoa Sustentável, composto pelas empresas URBTEC™ e Technum, apresentou na segunda-feira (30/05) o andamento dos trabalhos da revisão do Plano Diretor Municipal de João Pessoa-PB (PDMJP).


A representante parabenizou todos os envolvidos na ação e reconheceu a eficiência das equipes para a condução das atividades e o alcance dos bons resultados obtidos ao longo de um ano de debates.


O encontro foi realizado na sede da Unidade Executora do Projeto (UEP-BID), em João Pessoa, e contou com a presença de representantes da própria UEP, do Núcleo de Estudos e Análises Urbanas (NEAU), do Consórcio João Pessoa Sustentável e dos consórcios responsáveis pelos Planos de Riscos e Desastres e de Ação Climática.


Na ocasião, o Diretor do Consórcio, Gustavo Taniguchi, apresentou os mapeamentos da forma de ocupação do território, as tendências atuais e os elementos estruturantes observados na concepção de zoneamento e macrozoneamento e das diretrizes e propostas, entre outras coisas. Também destacou os mapas das propostas de zoneamento e de macrozoneamento, além das minutas de lei já produzidas ou revisadas.


“Pudemos dar um panorama das atividades e dos produtos que resultaram das etapas desenvolvidas e que garantiram a qualidade dos serviços executados”, afirmou Taniguchi. Ele também ressaltou a importância da participação popular nos encontros comunitários e nas audiências públicas e o amplo apoio da equipe técnica municipal sob coordenação da Secretaria de Planejamento (SEPLAN).


PARTICIPAÇÃO POPULAR

No encontro, o Secretário de Planejamento, José William, ainda observou o esforço da Prefeitura e do Consórcio para deixar o debate da revisão do plano o mais transparente, democrático e participativo possível. “Oportunidades não faltaram. Foram dezenas e dezenas de reuniões técnicas, encontros temáticos, oficinas de propostas e audiências públicas”, disse.


A representante do BID se informou sobre as diretrizes da revisão do PDMJP para a transformação do território, com destaque na região do Centro Histórico. Para isso, o representante do Consórcio elencou os seis projetos estratégicos previstos na revisão do PDMJP, que tratam do Centro Histórico, da Mata do Buraquinho, da BR-230, dos eixos de ZCS-3 e 4 para conformação de centralidades, da proteção das características rurais na Zona de Baixa Densidade e da Ilha do Bispo.


De modo geral, a revisão do PDJP contempla 35 diretrizes e 178 propostas que abrangem temas nas áreas ambiental, econômica, social, habitacional, de infraestrutura, mobilidade e urbanismo, gestão pública e articulação metropolitana.

***