top of page

URBTEC™ finaliza os primeiros Planos de Desenvolvimento Urbano Integrado do Paraná

Atualizado: 21 de dez. de 2022

Conferências Metropolitanas e Workshops encerram os estudos dos PDUIs

das Regiões Metropolitanas de Londrina e de Maringá.


Pessoas sentadas em um auditório. No palco, homem discursa em pé.
Eventos públicos apresentaram a síntese dos estudos dos PDUIs .

O futuro da Região Metropolitana de Londrina e da Região Metropolitana de Maringá foi delineado nos estudos que acabaram de ser concluídos pela empresa URBTEC™ — trata-se do encerramento dos Planos de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUIs) de ambas as regiões metropolitanas, os primeiros elaborados no Paraná com base nas diretrizes do Estatuto da Metrópole (Lei 13.089 de 12 de janeiro de 2015).


A finalização dos processos ocorreu após a realização das Conferências Metropolitanas em 29 de novembro em Londrina e 30 de novembro em Maringá, com a presença de autoridades do PARANACIDADE, Serviço Social Autônomo vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas (SEDU).


Pessoas em pé posando para foto ao redor de um banner.
Representantes do PARANACIDADE e da URBTEC™ comemoraram a finalização dos Planos.

Também contou com a participação de autoridades dos Institutos de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (IPPUL) e de Maringá (IPPLAM) e membros dos Núcleos Regionais da Casa Civil, além de prefeitos, vice-prefeitos, secretários, vereadores e outros representantes do poder público dos municípios metropolitanos das duas regiões.


“A URBTEC™ aceitou o desafio de realizar os primeiros PDUIs do Paraná em conformidade com o Estatuto da Metrópole, e é com imensa satisfação que entregamos esses estudos, fruto de muito trabalho, debates técnicos e contribuição permanente dos municípios e das secretarias estaduais”, celebrou o Diretor da URBTEC™ e Coordenador dos Planos, Gustavo Taniguchi.

Nas Conferências Metropolitanas foram entregues os volumes impressos que tratam da síntese de conteúdo dos PDUIs. Durante a solenidade, os participantes também assistiram a uma apresentação resumida das atividades executadas nas etapas de elaboração do estudo técnico.


Pessoas posando para foto no palco de um auditório.
Representantes dos governos municipais da região metropolitana de Maringá receberam os volumes impressos do Resumo Técnico, que sintetiza os estudos do PDUI.
Pessoas posando para foto no palco de um auditório.
Representantes dos governos municipais da região metropolitana de Londrina receberam os volumes impressos do Resumo Técnico, que sintetiza os estudos do PDUI.

A URBTEC™ repassou os produtos resultantes que somam uma produção de 14 mil páginas, as quais constituem 18 documentos técnicos e 12 relatórios de atividades. Ao longo dos processos, foram promovidos cerca de 180 eventos com envolvimento da população e ampla participação de representantes da sociedade civil organizada. Os arquivos estão disponibilizados nos sites www.pduilondrinacom.br e www.pduimaringa.com.br.


ENTENDA MAIS SOBRE OS PDUIS

Os Planos de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUIs) são instrumentos urbanísticos estabelecidos pelo Estatuto da Metrópole. O planejamento metropolitano das regiões de Londrina e de Maringá — que juntas somam 51 municípios — envolveu centenas de pessoas em eventos públicos, validando os princípios de gestão participativa e debate democrático.


As propostas finais do PDUI incluem diferentes possibilidades para a delimitação territorial das regiões, diretrizes de macrozoneamento de uso e ocupação do solo, estrutura da governança metropolitana e processos de gestão para o território. Essas estratégias visam orientar a gestão das Funções Públicas de Interesse Comum (FPICs) priorizadas: Planejamento Territorial e Uso do Solo; Mobilidade Metropolitana; e Meio Ambiente.


Com a finalização dos estudos, os conteúdos continuarão sendo debatidos por representantes dos governos estaduais e municipais. Após a consolidação das propostas, o Projeto de Lei seguirá para votação na Assembleia Legislativa do Estado do Paraná, a fim de implementar o Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado e o Ente Interfederativo. Após 10 anos, o PDUI será revisado, como estabelece o Estatuto da Metrópole.

Comments


bottom of page