Buscar
  • Paulo Grein

Prefeitura de Araucária convoca moradores para participar de audiência pública sobre o Plano Diretor

Primeira reunião acontecerá no próximo dia 28 na Câmara Municipal. Por Luiz Henrique de Oliveira em 06 de Março, 2018 as 09h50.

A Prefeitura de Araucária, na região metropolitana de Curitiba, chama os moradores para participar, no próximo dia 28, de uma audiência pública para a revisão do Plano Diretor Municipal da cidade. Em entrevista à Banda B, o diretor do departamento de Planejamento Urbano de Araucária, Lauri Anderson Lenz, destacou que o processo vai interferir em toda a cidade e, por isso, é fundamental a participação da população.

“Começa agora o processo de revisão do Plano Diretor, que interfere em toda a cidade, contribuindo para o desenvolvimento dela. É importante porque mexe com a vida de todo mundo, estabelecendo, por exemplo, onde eu posso instalar uma atividade e o quanto eu posso construir. É uma lei diretamente relacionada ao Desenvolvimento Urbano e, por isso, a participação da população, que sabe tudo sobre o município, é fundamental para um resultado ainda mais positivo”, descreveu.

O diretor de planejamento explicou que para se chegar na lei do Plano Diretor, que é o final de todo o processo, audiências públicas são realizadas. “Todas as decisões são feitas junto com a população, por meio destas audiências, que acontecem para cada fase do plano. A primeira, para a mobilização da sociedade, vai acontecer na Câmara Municipal no próximo dia 28 de março. Na sequência, acontecerão outras audiências, dentro de cada fase, com o objetivo de escutar a demanda da população”, destacou. De acordo com Lauri, a intenção do plano diretor é rever o zoneamento da cidade. “Traduzindo para uma linguagem mais simples, hoje eu não posso instalar uma indústria na região central, porque gera conflito com um comércio, então isso será revisto durante as audiências. Também será tratado para onde a cidade vai crescer, a questão da construção de prédios, como ficam os loteamentos e as questões viárias de ruas. São diversos temas relacionados à mobilidade”, explicou.

Por fim, o diretor de planejamento destacou que agora é a hora da população participar, para depois não questionar as decisões quem forem tomadas. “As pessoas aparecem alegando que foram prejudicadas, mas não participaram de todo o processo. Depois, não tem o que fazer, porque a discussão já foi feita. Não pode ter preguiça, tem que ir participar”, concluiu.

5 visualizações
  • Facebook Social Icon

Av. João Gualberto, 1721, Curitiba, PR 80.030-001 | contato@urbtec.com.br | +55 41 3281-1900